ESCOVAS ROTATIVAS

As escovas rotativas, ou escovas circulares de aço, são usadas geralmente em aplicações onde a peça é levada até a escova.
São escovas para serem montadas em equipamentos fixos tendo um conjunto de buchas de redução para o acoplamento nos eixos das máquinas.
Por serem muito utilizadas em moto esmeril, são também conhecidas como escovas para moto esmeril.
Podem ser montadas também em esmerilhadeiras e retificas retas, moto esmeril e politrizes, mas nunca em esmerilhadeiras angulares pois sua forma de construção não permite o melhor assentamento e as rotações máximas não estão compatíveis com as das máquinas.
As escovas de aço circulares têm uma rotação máxima que está gravada em suas laterais, na maioria dos modelos, e que não deve ser ultrapassada de acordo com a norma EN1083. Uma rotação de trabalho um pouco menor é mais indicada.
Suas dimensões podem variar de Ø75mm a Ø350mm com largura de 13mm a 50mm.
As escovas rotativas industriais podem ser fabricadas em diferentes bitolas de arames de acordo com a agressividade e resultado exigido (0,10mm a 0,80mm).
De acordo com a aplicação, agressividade e o material da peça onde a ferramenta será aplicada, as escovas circulares onduladas podem ser fabricadas em diferentes tipos de filamentos, metálicos e não metálicos:
• Aço carbono;
• Aço inoxidável;
• Latão;
• Aço latonado;
• Filamentos abrasivos;
• Crina;
• Pita;
• Sisal;
• Monofilamentos sintéticos.

As aplicações mais comuns são:
• Limpeza, remoção de ferrugem e oxidação;
• Rebarbação leve de peças;
• Rebarbação de pontas de tubos;
• Remoção de tinta e verniz;
• Acabamento em madeira;
• Alteração de rugosidade em peças para calçado (couro e solado);
• Escovas para linha de recauchutagem.